PCTP MRPP - Norte

 
Picture
"Há apenas uma candidatura que se atreve a dizer bem alto aquilo que é conforme aos interesses do Povo português. Não pagamos! O Povo português não deve pagar uma dívida que não foi contraída por ele nem em seu benefício", afirmou o camarada Garcia Pereira, cabeça de lista por Lisboa, na inauguração da sede de campanha do partido na capital, perante um grande número de simpatizantes, candidatos e amigos, na avenida do Brasil, 200A. O camarada referiu-se ao acordo de traição, afirmando que “este acordo da "troika" é uma verdadeira declaração de guerra" demonstrando assim que nestas eleiçõesassiste-se “a uma verdadeira fraude. Estas eleições foram convocadas para que os cidadãos portugueses definissem as soluções consideradas adequadas para resolver os problemas do défice e da dívida, mas há uma campanha de  intoxicação para convencer de que apenas têm a escolher entre PS e PSD. Garcia Pereira mostrou um dos aspectos desta traição declarada por parte do PS, PSD e CDS, aos trabalhadores e ao povo português, nomeadamente os "cerca de 12 mil milhões de euros que vão directamente para a Banca" e os "30 mil milhões de euros só para juros".Este acordo de traição com o FMI e a UE, irá agravar sobremaneira as condições dos trabalhadores, reafirmou Garcia Pereira, que irá provocar maior deterioração das condições de assistência aos desempregados e a maior facilidade para despedimentos. O camarada Garcia Pereira criticou ainda o futuro cenário de privatizações de empresas e sectores vitais no "já depauperado aparelho produtivo", exemplificando com o caso da transportadora aérea TAP e parte da CGD.Garcia Pereira aproveitou o ensejo de denunciar os debates a cinco, discriminatórios, mostrando que "esta fase de pré-campanha tem-se comprovado ser um autêntico deserto de ideias”. Mostrando grande vontade de furar o cerco de censura, o camarada apelou a todos os presentes que se mobilizem, propagandeando o Manifesto de luta do PCTP/MRPP por todos os meios, gritando bem alto: Não Pagamos!
Por um governo democrático e Patriótico!
Vamos eleger para o parlamento Vozes dos que não têm Voz! 

9/2/2012

Many thanks for data

Reply



Leave a Reply.